Print E-mail
banner_rio_janeiro_capital

 

 

Biblioteca Nacional de Portugal

Serviço de Actividades Culturais

Campo Grande, 83

1749-081 Lisboa

Portugal

 

 

 

Informações

Serviço de Relações Públicas
Tel. 21 798 21 68

Fax 21 798 21 38
This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it

 

 

Mostra
No mar estava escrita uma Cidade…450 anos da fundação do Rio de Janeiro


Rio de Janeiro: da fundação a capital do império

CONFERÊNCIA | 20 maio '15 | 18h30 | Auditório BNP | Entrada livre

Conferência por Jorge Couto, primeira de uma série  no âmbito dos 450 anos da fundação da cidade do Rio de Janeiro e da mostra «No mar estava escrita uma Cidade…».

A cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro foi fundada a 1 de Março de 1565 por Estácio de Sá num istmo situado entre os morros de São João e do Pão de Açúcar, na margem ocidental da baía da Guanabara. O governador-geral Mem de Sá transferiu-a em 1567, por razões defensivas, para o morro de São Januário (Castelo).

O sucesso da urbe ficou a dever-se à conjugação de um hinterland fértil, de um magnífico porto, da localização estratégica da baía da Guanabara e de uma população empreendedora. Estes fatores tornaram-na num grande entreposto comercial do Brasil com a bacia platina, África e a Metrópole. A participação nas rotas do ouro proporcionou-lhe um impulso adicional de dinamismo económico. Pela sua importância, foi elevada, em 1763, a capital do Estado do Brasil.

A transferência da Corte conferiu-lhe o estatuto de capital do Império Português (1808-1821) e contribuiu para a unificação do Brasil. A criação da estrutura institucional, de estabelecimentos de ensino e de instituições científicas e culturais concorreram para ampliar o seu prestígio. Tornou-se na sede do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve em 1815.